O que é a Dieta Alcalina

dieta-alcalina-maria-guimaraes blog - Cópia

O que é a Dieta Alcalina

A sigla pH significa “potência de hidrogénio” e é uma escala que mede o grau de acidez, neutralidade ou alcalinidade de uma determinada solução. A escala tem valores de 0 a 14, sendo 0 a acidez máxima, 7 o valor neutro e 14 o grau alcalino máximo.

Os alimentos são classificados como ácidos ou alcalinos após a sua digestão e não pela sua acidez ou alcalinidade antes de serem ingeridos. Sendo assim, todas as frutas ácidas são permitidas já que após digeridas se tornam alcalinas.

Apesar de ser um tema cientificamente polémico no que respeita ao poder que os alimentos têm para eliminar certas doenças, é um facto que para que o organismo funcione de maneira adequada, é preciso manter um pH alcalino, aproximado a 7,35-7,40, o que permite uma boa oxigenação e nutrição das células e dos tecidos.

Por exemplo, um pH de urina abaixo de 6,5 dá-nos a informação que o corpo está desequilibrado, ou seja, há um excesso de ácidos a circular no organismo. Esse excesso de ácidos vai enfraquecer, inflamar, intoxicar e envelhecer o corpo, tornando-o mais vulnerável ao aparecimento de doenças.

Então, como fazer uma dieta alcalina?

A proposta desta dieta é aumentar o consumo dos alimentos alcalinos e reduzir os ácidos. É importante ressaltar que não se trata de uma dieta restritiva, na qual só alimentos alcalinos serão consumidos, mas sim de um equilíbrio entre a ingestão de comidas alcalinas e ácidas, com moderação. Uma proporção adequada é ingerir cerca de 60% de alimentos alcalinos e 40% de alimentos ácidos.

Top 10 dos alimentos alcalinos:

Água 
Apesar da água não ser exactamente considerado um alimento, está no topo da lista.

Ao bebermos água com pH superior a 7 iremos melhorar o funcionamento do estômago, pâncreas e rins, evitando problemas como azia e gastrite, entre outros. Os valores de potássio, cálcio e magnésio, todos eles minerais alcalinos, são os responsáveis por todos os benefícios da água que promete maior longevidade e uma menor probabilidade de ter doenças inflamatórias.

A próxima vez que for comprar água tenha como referência o pH sempre acima do 7. Como sugestão fica a água de Monchique que tem o pH mais elevado: 9,5, Carvalhelhos com 7,8, Jana com 7,4 e a Evian com 7,2.

Sabia que também pode alcalinizar a água em casa?

Como fazer:
Corte 1 limão (orgânico) em 8 partes, sem espremer e sem tirar a casca. Deixe-o descansar em 2 litros de água por 8 horas. Após este período a água estará alcalinizada, pois o limão ao chegar ao organismo faz o PH atingir o nível ideal, entre 7,36 e 7,42.

Raízes
Beterrabas, nabos, cenouras, rabanetes e todas as outras raízes e tubérculos têm um efeito alcalinizante sobre o corpo, além disso são ricos em minerais e fibras e portanto, contribuem para uma boa saúde geral do organismo. Podem ser comidos crus ou cozidos no vapor ou mergulhados em água a ferver e temperados com um fio de azeite extra virgem, sal e ervas aromáticas como hortelã ou salsa.

Crucíferas 
Os efeitos benéficos dos vegetais crucíferas, toda a família dos repolhos e brócolos são agora conhecidos. Além de mudar o pH do corpo, no sentido de proporcionar uma ligeira alcalinidade, reforçam o sistema imunológico, melhoram a digestão e têm reconhecidas propriedades preventivas a certos tipos de tumores. Na época das crucíferas, podemos abusar destes alimentos comendo-os todos os dias.

Vegetais de folhas verdes
Os vegetais de folhas verdes estão entre os alimentos mais saudáveis que existem e devem ser consumidos crus ou cozidos no vapor. Por exemplo, espinafre e acelga, são perfeitos para manter o equilíbrio ácido-base, além de conterem fibras, minerais e vitaminas necessárias para o bem-estar diário do nosso corpo.

Alho
O alho tem muitas propriedades e é considerado um dos melhores alimentos. Além de ser alcalinizante, o alho é um antibacteriano natural, melhora a saúde do coração e ajuda o sistema imunológico, tem propriedades anti-inflamatórias, antioxidantes e contribui para uma boa desintoxicação.

Limão 
Pode parecer estranho falar de limões como fonte de alimento mas a verdade é que o limão como fruta alcalinizante é extraordinário, porque tem um pH ácido, devido ao teor de ácido cítrico. O efeito alcalinizante ocorre uma vez que o limão é absorvido pelo corpo, especialmente se a ingestão for feita com um pouco, de preferência em jejum para maiores benefícos. As vantagens são muitas: ajuda o sistema imunológico, contribui para a desintoxicação do fígado, melhora a digestão e auxilia na perda de peso.

Pepino 
O pepino é um alcalinizante vegetal particularmente valioso, riquíssimo em água, a qual representa quase 95% do seu peso. Não é por acaso que a estação deste vegetal é o verão, não só pela sua capacidade de hidratação, mas também pela sua composição rica em antioxidantes, vitaminas e minerais. Os pepinos são geralmente consumidos crus em saladas, no entanto uma óptima forma de os comer é incluí-los em sumos junto com outras verduras ou frutas, bem como para aromatizar água (a famosa Sassy Water ou Água Sass).

Aipo 
Assim como pepino, aipo é vegetal alcalino particularmente rico em água. Utilizado muitas vezes em sopas e como condimento base como a cebola, seria mais interessante se fosse consumido cru em saladas ou adicionado a sumos. Aipo fornece uma boa dose de vitamina C e é recomendado como um lanche ou petisco, mesmo para aqueles que querem perder peso, pois tem poucas calorias e é diurético. No verão um petisco leve e muito saudável pode ser feito com aipo e cenoura cortados em palitos e servidos com um molho feito de azeite, limão, sal e pimenta-do-reino em pó.

Maçã 
Maçãs, como a maioria das frutas, são alcalinizantes e ainda apresentam a vantagem de fornecer ao corpo fibras essenciais para o bom funcionamento intestinal e nutrientes tais como vitaminas, minerais e outras substâncias. O ideal seria consumi-las com a casca, que é a parte mais rica em nutrientes, mas para comê-las inteiras é muito importante que sejam de origem orgânica pois a cultura de maçãs é uma das mais bombardeadas de agrotóxicos.

Abacate 
O abacate pode ser considerado um verdadeiro presente da natureza, dadas as suas características. Tem uma reputação de ser muito calórico, pois contém muitas gorduras, mas na realidade são gorduras boas (incluindo ómega 3) e, caso seja comido com equilíbrio, em porções controladas, não contribui para o ganho de peso. Essa fruta também contém minerais, vitaminas, antioxidantes e detém um bom pH alcalinizante.

Uvas 
De enorme poder alcalinizante, a próxima vez que comer uvas estará a fornecer ao seu corpo, água, minerais, fibras, vitaminas e antioxidantes, como o famoso resveratrol.

Fontes:
GreenMe
NatueLife
Tua Saúde.com
Entrevista com Rita Boavida

 

Um pensamento sobre “O que é a Dieta Alcalina

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.